27 março 2006

Aos hipócritas de plantão

Segue o texto do meu companheiro de Grupo, sobre a nossa Deputada Angela

Trata-se, obviamente, de mais um caso de tentativa de linchamento público orquestrado pela nossa grotesca direita, via seus lacaios na imprensa corporativa porca e vendida (dominada ou financiada, em sua grande maioria, pelos próprios políticos direitistas). Ou será que existe mesmo alguém que acredite que a revista VEJA ou o Jornal Nacional estão mesmo preocupados com a melhoria da situação do país e com os valores éticos-morais da sociedade? Mais coerente seria acreditar no Papai Noel...

Se a deputada tivesse dançado de alegria quando da aprovação de uma medida que prejudicasse o povo brasileiro (como o caso do salário mínimo absurdo proposto por ACM e seus sabujos, por puro deboche) ou da eleição de um pústula como Severino Cavalcanti para presidência da Câmara, mereceria todo nosso repúdio e indignação. Mas não é o caso. Dançou de alegria, ingenuamente, ao ver um amigo que havia quase sido cassado por um crime que TODOS os parlamentares cometeram e cometem - PORQUE NO BRASIL É IMPOSSÍVEL SE ELEGER SEM FAZER CAIXA 2! Quem não percebe isso é alienado, ingênuo ou simplesmente beócio e não merece consideração. E se não acredita, levante do seu sofá confortável e vá tentar fazer campanha para se eleger para o congresso nacional. Depois você vem falar sobre isso...

Por sinal, não vimos tanta indignação por parte de jornalistas, artistas e (pseudo) intelectuais quando ACM, Bornhausen, Virgílio, Heloísa Helena, Gabeira e tantos outros comemoraram cinica e debochadamente a eleição do bizonho Severino, o qual eles mesmo ajudaram a erguer, ou quando FHC e sua corja de larápios venderam o patrimônio público nacional, construído com o dinheiro suado dos impostos pagos pelos nossos ancestrais, a preço de banana em operações fraudulentas e ilegais que beneficiaram meia dúzia de amigos deles...

Essa hipocrisia e falso moralismo do povo brasileiro é que é a grande responsável pela situação lamentável que vivemos agora, onde uma oposição irresponsável e imunda tenta desestabilizar a econômia e sangrar um governo democratimente eleito só para garantir sua volta triunfal ao poder, sem se importar com a população que sofre as conseqüências dessas manobras nocivas e venais. Isso sim é que é uma vergonha, um acinte, mas não vemos nenhum defensor da moral e dos bons costumes perdendo o sono por causa de tudo isso...

O PSDB e o PFL subornarem um caseiro pobre para que esse leve denúncias falsas até uma CPI totalmente ilegal não é uma vergonha. Já o ministro da Fazenda tentar se proteger da maneira que lhe é possível gera todo tipo de manifestação de repúdio e indiganção! Patético, no mínimo! Afinal, quem não deve não teme! Quem tem medo de ter o sigílo bancário quebrado é porque tem o que esconder, não é verdade?? Ou então, inverto a lógica e repito a frase dita por aquele advogado interpretado pelo ator Christopher Plummer, no filme "Syriana":

"TODOS MUNDO É INOCENTE ATÉ SER INVESTIGADO!".

Pior, agora somos obrigados a continuar sendo atacados não apenas por panfletos fascistas como VEJA e afins, mas também pelos próprios jornalistas e publicações que se dizem de esquerda, os quais, na tentativa de posar de bastiões da ética e da moralidade pública, voltam-se contra seus próprios irmãos de luta e atiram violentamente contra o próprio pé! E, mais triste fazem isso para agradar a quem, senão os próprios falsos moralistas e hipócritas que deveríamos combater?

Parece que esses senhores, tão preocupados em satanizar esse partido ou aquela tendência ideológica que não gostam, não enxergam que estão apenas ajudando a colocar tijolos da estrada que vai trazer de volta ao poder a mesma direita que governa o Brasil há 500 anos. Será que é isso que querem? Vai ver que é, pois devido ao imenso complexo de inferioridade que muitos esquerdistas têm, é muito mais fácil ficar em baixo reclamando, submisso, do inimigo facilmente identificável do que apoiar (e colocar a cara para beter) aqueles que lutam pelos mesmo ideais, mas que usam armas diferentes para atingí-los. A arma dos covardes e dos canalhas é, e sempre foi, atacar quem está caído, não é mesmo?

E sobre Caixa 2... sinceramente... não sou religioso, mas cito agora uma frase dita por um pensador famoso morto há mais de 2 mil anos que muitos idolatram até hoje: "Que atire a primeira pedra aquele que nunca pecou". Quem aqui nunca recebeu um 'pagamento não contabilizado' ou deu um jeitinho de fazer um cambalacho e pagar menos impostos na hora da declaração?? Tomem tento, hipócritas, pois o que ocorre com os políticos é nada mais do que uma extensão do que fazemos em casa - ou vocês acham que políticos brotam do chão ou vêm de marte!?

O Brasil só vai crescer e melhorar no dia que essa pessoas que adoram posar de vestais da ética e da correção moral amadurecerem e tirarem essa ridícula máscara sob a qual escondem suas verdadeiras crenças e realizações (as quais geralmente acreditam veladamente e colocam em prática por "baixo dos panos"). Enquanto isso não acontecer, continuaremos sendo reféns de politicos demagogos e falsos, que fazem das tripas coração para manipular e enganar os incautos com o único objetivo de garantir a manutenção dos privilégios das elites que representam ou que os pagam. Afinal, ao contrário do que muitos pregam, são os iguais que se atraem, não os opostos! Ou seja, hipócrita vota em hipócrita, falso moralista vota em falso moralista, ladrão vota em ladrão, ingênuo vota em ingênuo, canalha vota em canalha e assim por diante...

O CONGRESSO NACIONAL NADA MAIS É DO QUE O ESPELHO DA NOSSA SOCIEDADE, ONDE VEMOS A NÓS MESMOS REFLETIDOS MIL VEZES!

Por tudo isso, os inquisidores, os moralistas e os caçadores de bruxas de hoje deveriam se olhar no espelho e se auto-criticarem antes de sonhar em levantar o dedo para acusar uma pessoa que luta a luta justa, mas fez algo "moralmente condenável", enquanto fazem vistas grossas para todos os outros males que assolam nossa sociedade, onde a hipocrisa e o falso moralismo das elites dão o tom e ditam as regras.

E tenho dito!

André Lux, jornalista

Um comentário:

Fabricio disse...

Dois comentários apenas:

Sobre caixa 2:
A lei diz, claramente, que a prática é ilegal. Não me importa, e não deveria importar a ninguém, que todos o fazem. Se o fazem, estão cometendo crime e por isso deveriam ser punidos. Mas me parece que pra você não há problema. Se todos fazem, vamos fazer também. E pro diabo a lei e a ordem. Então tá.

Sobre vociferação sobre todo o resto:
Se você acha que só os outros são malvados, ou é ingênuo além da conta, ou é extremamente mal intencionado.