18 março 2006

O REGISTRO DO FRANCENILDO (O CASEIRO HUMILDE)

Eu gosto muito de números, e existe até uma serie americana chamada Numbers aonde um matemático ajuda a desvendar alguns crimes para o FBI (claro que existe muita ficção, mas ate certo ponto, ajuda sim).

Então vamos lá.... números para o depoimento de Francenildo....e sua mãe....
Mãe: Benta Maria dos Santos Costa – 42 anos
Em entrevista ao Estadão, disse que conheceu o pai do Francenildo quando tinha 15 anos e teve uma saída de um mês.
Então vamos a entrevista.....

A senhora conhece o empresário Eurípedes Soares da Silva?

Conheço.

Quando?

Quando ele começou a trabalhar ainda com uma empresa pequena de dois ônibus. Nesse tempo, ele não tinha empregado e trabalhava sozinho. Ele sempre me via, eu menininha nova. Fui trabalhar em Teresina porque meus pais não tinham condições de me dar o que eu queria.

Qual foi o emprego da senhora?

Como babá na casa de uma senhora. Eu tinha 15 anos. Ele era bem mais velho. Ele andou atrás de mim mais ou menos dois meses. Por conselho de uma colega acabei saindo com ele. O relacionamento de saída foi só de um mês. E aí eu engravidei. Eu não tomava medicamento nenhum.

Em seguida, ainda na entrevista da mãe, ela informa que ele (Francenildo) conheceu o pai com 14 anos, e que ele ficou traumatizado, agora nos teremos que ter um pouco mais de cuidado. Vamos a entrevista.

Quando Nildo conheceu o pai?

Com 14 anos. Foi durante uma reunião com os moradores. Nesse dia eu chamei ele e falei: Olha, o seu filho quer te conhecer. Aí ele disse que esse menino não era dele, na vista dele. Nildo ficou traumatizado. Ele, que era calmo, ficou rebelde e eu levei ele para aí para ver se passava.

Bem vamos mexer com números:
D.Benta tem 42 anos se ela ainda não fez aniversario este ano (vamos considerar isso) ela nasceu em 1963.
Teve filho aos 16 anos, então isso foi em 1979.

Estamos acompanhando os números...
Francenildo nasceu em 1979. Teria hoje 26 anos se ainda não fez aniversario este ano. (nos jornais aparece ele com 24 anos).
Conheceu o pai com 14 anos, então isso foi em 1993... ai ela resolve levar ele para ai (aonde será esse ai???? Brasília quem sabe....) pois ele ficou traumatizado. Agora vamos ao depoimento do Francenildo

SENADO FEDERAL
COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO - BINGOS

OITIVA DO SR. FRANCENILDO SANTOS COSTA
REALIZADA NO DIA 16 DE MARÇO DE 2006


SENADOR GARIBALDI ALVES FILHO (PMDB-RN) – Sr. Francenildo, quando você veio morar em Brasília e quando o Sr. começou a trabalhar na casa na QI 01 do Lago Sul?

SR. FRANCENILDO SANTOS COSTA (Caseiro) – Eu vim morar a partir de 1995 e comecei a trabalhar na cidade satélite e tive uma informação de que essa casa estava precisando de um caseiro e entrei no final de 1999.

Então ta.... afinal se esperou dois anos para ir para BSB para tirar o trauma de um menino de 14 anos.... ok....
Bem pessoal, pode ser que tenha alguns dados errados aqui, mas não vamos nos abster de algumas coisas, que as datas estejam erradas. Você colocaria uma mansão como aquela nas mãos de um caseiro de .... pêra ai.... deixa eu fazer as contas.... se as datas do filho estão certas.... 1995 ele teria 14 anos (segundo informações da mãe, que foi para ai , que só ela sabe aonde e) em 1999 ele teria 18 anos..... você colocaria a sua casa aos cuidados de um rapaz de 18 anos???????

Agora a parte que mais gosto na entrevista da mãe e essa.....

Quando foi que ele começou com a idéia de querer o registro?
Agora, depois que ele passou a de maior. Depois que ele começou a estudar no colégio, ele disse que os amigos apresentavam o nome do pai e aí ficavam falando: ´Teu pai e tua mãe é tua avó, como é que isso?´. Ele disse: ´Não, mãe, esse negócio não está certo. Vou querer meu registro direito´.

Ele ficou de maior só agora?????
Tenho um patrão advogado desde 2000, uma intimidade tremenda, e resolvo que vou exigir do meu pai a paternidade só agora??????
Estou com vergonha dos meus colegas do Colégio só agora??????
E tem mais uma parte que não entendi.... ele não esta registrado no nome da mãe???? Pois pelo que ela diz na entrevista os amigos falavam: Teu pai e tua mãe é tua avo, como e que isso?

Quando Nildo teve a primeira conversa sobre o registro?

Foi em dezembro.

O acordo era tirar o registro com o nome do pai?

Era. Meu filho disse que era para Eurípedes consultar os advogados que ele, Francenildo, ia caçar os deles para saber dos direitos.

Quando surgiu esse acordo financeiro? Em dezembro?

Foi. Eurípedes começou a enviar o dinheiro porque ficou com medo do Francenildo colocar ele na Justiça.

Resumindo a historia.... então a vergonha dele se resumiu a R$ 38.000,00, os amigos que continuem falando que ele não tem o nome do pai..... afinal ele já recebeu o dinheiro dele.
E o acordo para colocar o nome do pai no registro... passou?????
E nem vamos esquecer o celular que tira fotos que ele mostrou na CPI dos Bingos, nem meu filho tem isso.... Mas o simples caseiro humilde tem...

Um comentário:

Luiz Augusto disse...

é bem por ai mesmo ...

Quando começou a pressão para que fosse uma Sessão aberta "que não era o combinado " eu ja comecei a desconfiar...

parabens pelo blog , ja virei fregues..